No icon

Por: Priscilla Lima

Igor Salify, revelação do reggae baiano, fala sobre a carreira e o lançamento do novo álbum “Vivendo o agora”

Em entrevista exclusiva para o Programa na Pista, o artista representante da nova geração do reggae baiano revela a emoção de reunir grandes nomes e ídolos da música reggae em seu novo trabalho.

Carisma, simpatia, determinação, foco, humildade e muito talento são algumas das características presentes na vida do jovem cantor, compositor e músico Igor Salify, uma das grandes revelações do reggae baiano que acaba de lançar o álbum “Vivendo o agora”, com participações de Vaughn Benjamin (Midnite), Michael Rose, Anthony B, Guillermo Bonetto (Los Cafres), Laurent "Tippy" Alfred (I-Grade), Luiz de Assis (Vibrações) e Edu Sattajah (Leões de Israel), nomes consagrados da música reggae nacional e internacional.


Foto: Henrique Alves

Assim como os conterrâneos Edson Gomes, Sine Calmon, as bandas Adão Negro, Diamba e Mosiah que seguem uma carreira consolidada após anos de estrada, público fiel e ainda continuam com a missão de levar a mensagem positiva de suas canções por diversas regiões do Brasil, Igor Salify também almeja desbravar novos horizontes na música com o lançamento de seu segundo álbum.

Com influências musicais hereditárias, foi na infância que despertou o gosto pela música ao ouvir com seu pai discos de artistas como Bob Marley e Raul Seixas. Encantado com o poder que a música exerce na vida das pessoas, decidiu investir no canto e aulas de instrumentos.

 “A música entrou em minha vida muito cedo por influência do meu pai. Toda manhã ele colocava um som de Marley e isso foi entrando no meu ouvido e gerando um campo atrativo que me fez cada vez mais sentir atraído por esta sonoridade. Meu pai me fez uma proposta na época dizendo que me ensinaria a tocar violão e depois eu peguei o gosto pelo canto. Comecei a cantar e tocar na rua para os amigos e eu recebia muitos elogios. Esse feedback me encorajou a trilhar uma carreira musical”, explica Igor Salify.

A musicalidade foi crescendo e, a partir disso, houve a necessidade de expressá-la em forma de banda. Juntou-se ao pai e mais alguns amigos e fundaram a banda “Direto ao Ponto” com a finalidade de transmitir mensagens objetivas. Em 2010 decidiu partir para novos patamares e encerrou as atividades na banda.

Após um período de introspecção, conheceu o produtor musical Werner Argolo ao qual iniciou parceria musical e assim nasceu o primeiro álbum solo da carreira intitulado “O Peão e o Rei”, sendo lançado virtualmente em 2013. Porém, foi em 2015 que o trabalho musical ganhou mais visibilidade ao ser lançado nacionalmente pelo selo Surforeggae Sound-System Brasil, sob a expertise do produtor musical Rafael Costa, responsável por trazer ao Brasil e outros países da América Latina os mais renomados artistas e bandas de reggae internacional.

Em 2015, Igor Salify fez sua estreia no maior festival de reggae da América Latina, o República do Reggae, em Salvador-BA, apresentando as faixas de seu primeiro álbum e também covers de Bob Marley que levaram a galera ao delírio. Uma energia positiva pairou em sua apresentação contagiando a todos. Essa vibração lhe rendeu o título de artista revelação da edição. Posteriormente também foi convidado para se apresentar nos anos seguintes.

Com a inquietude de um jovem artista que está sempre em busca de vivenciar novas experiências musicais, surge novamente a ideia de partir para um novo álbum na carreira. Para isso, a dupla Salify-Argolo se une agora com o produtor Rafael Costa formando assim um trio prontamente dedicado a darem o seu melhor na concepção do novo trabalho.

Lançado no último dia 16 de fevereiro, “Vivendo o agora” foi o título escolhido para o segundo trabalho solo de Igor Salify que traz 15 faixas em português, inglês e espanhol com reflexões acerca da natureza e do cotidiano, além de canções de amor e sobre as crenças de cada ser humano.

Sob a produção executiva de Rafael Costa e produção musical de Werner Argolo, este álbum foi gravado no estúdio Pedra de Céu em Santo Amaro, Recôncavo Baiano (berço de nomes como Edson Gomes, Sine Calmon e Nengo Vieira) e masterizado no Lion & Fox (Washington DC, EUA), estúdio responsável pela finalização de obras dos maiores nomes do reggae mundial como Israel Vibration, Dennis Brown, Gregory Isaacs, Groundation, Burning Spear e Don Carlos.

“Esse álbum traz uma sonoridade mais robusta nos timbres. No trabalho anterior já tínhamos isso, porém, neste álbum isso foi aprimorado. Consideramos que é um amadurecimento do trabalho anterior. Em se tratando de gêneros, tivemos como proposta apresentar um mix entre o antigo e o novo, ou seja, unir o roots tradicional e o atual, com uma linguagem mais moderna muito evidente em artistas como o jamaicano Chronixx. Inserimos também as nossas raízes, a nossa verdade. Fico feliz que as pessoas estão gostando”, revela Salify.

Disponível nas principais plataformas digitais como Spotify e Deezer, “Vivendo o agora” certamente é um grande passo para a ousadia e inovação, pois atualmente é o único álbum de reggae nacional que conseguiu reunir um time seleto de artistas e bandas do gênero.

“Eu estou vivendo um momento de grandes realizações e ter a oportunidade de fazer um trabalho musical em parceria com artistas que são grandes fontes de inspiração para as minhas músicas é algo muito abençoado. Michael Rose é uma pessoa que eu admiro muito, além de todos os outros que participaram também da concepção deste álbum”, finaliza Salify.

Entre as faixas de “Vivendo o agora”, os destaques ficam por conta de “Tudo que é real”, “Teu poder” e “O dinheiro mascarou a liberdade”. Para conhecer as faixas do álbum é só acessar o link ou clicar na imagem abaixo: http://smarturl.it/igorsalify 

Confira abaixo alguns trechos desta entrevista exclusiva

Programa na Pista: Quais as suas influências na música?

Igor Salify: A figura chave e minha inspiração é Bob Marley, pois aprendi a cantar e tocar ouvindo suas músicas. Porém, sempre ouvi James Brown, Stevie Wonder, Michael Jackson e Jimi Hendrix.

Programa na Pista: Como está a aceitação do público em relação ao novo álbum “Vivendo o agora”?

Igor Salify: A aceitação está sendo muito positiva. Em menos de uma semana de lançamento nas plataformas digitais, o álbum ganhou destaque no Spotify na playlist “Novos álbuns e single” que tem mais de 1 milhão de seguidores. Para o artista é sempre muito gratificante ver o resultado final de seu trabalho alcançar novas projeções e sentir que a sua mensagem está chegando para novos públicos.

Programa na Pista: Qual é a sua visão em relação à migração do mercado fonográfico físico para o digital?

Igor Salify: a forma de consumir música está passando por uma transformação devido à Era Digital. Vejo que a plataforma digital é algo que surge como uma ferramenta que possibilita as pessoas ouvirem com praticidade as músicas em qualquer lugar. Portanto, entendo que é obrigação do artista acompanhar esta evolução, ou seja, ele não deve se dedicar apenas ao álbum físico, e sim, pensar na forma digital de consumo do seu trabalho inserindo-o nas plataformas digitais.

Programa na Pista: O que atualmente está na play list de Igor Salify?

Igor Salify: Além das novidades do reggae, atualmente estou ouvindo muito Trap music, é um gênero que quero me aprofundar mais e trazer essa influência para o meu próximo álbum.

Programa na Pista: Deixe uma mensagem para os fãs paulistas.

Igor Salify: A galera de São Paulo é muito antenada na música reggae, pois vive essa realidade a todo momento. Tenho ótimas recordações de minha passagem pela cidade e espero muito voltar em breve para fazer shows e apresentar meu novo repertório com as músicas do “Vivendo o agora”.

Por: Priscilla Lima

Comment