No icon

Por: Redação

Letícia Bufoni, Kelvin Hoefler, Pedro Barros e Yndiara Asp são os grandes campeões do STU

Letícia Bufoni e Kelvin Hoefler são os grandes campeões do STU Open no Rio na modalidade street

Dona de nove medalhas nos X Games (4 outros, 2 pratas e 3 bronzes) e considerada o principal nome brasileiro das quatro rodinhas entre as mulheres, Letícia Bufoni cumpriu as expectativas e faturou o título do STU, o Circuito Brasileiro de skate, na modalidade street. No masculino, Kelvin Hoefler foi o melhor ao atingir 359.37 pontos. O paulista foi seguido pelo brasiliense Felipe Gustavo, mais conhecido como Buchecha, e pelo canadense Micky Papa.

- A competição foi irada, eu me machuquei na quinta-feira, pensei que nem ia competir, mas graças a Deus deu tudo certo e consegui entrar no time da seleção ano que vem de novo, então eu estou muito feliz. Acho que a minha terceira manobra foi uma das melhores, ganhei 90 ou 92, fui muito bem nessa - disse o vice, Felipe Gustavo, comemorando com Kelvin Hoefler.

Pâmela Rosa, classificada em primeiro lugar na eliminatória de sábado, ficou com a prata no feminino. A pequena Rayssa Leal, de apenas 10 anos, que é sucesso na internet por seus vídeos em que anda de skate vestida de fada, completou o pódio. A menina, aliás, se emocionou com o terceiro lugar no pódio ao lado de suas referências e chorou.

Ranking final do street feminino:

1) Leticia Bufoni 330.33
2) Pamela Rosa 316.37
3) Rayssa Leal 312.07
4) Karen Feitosa 298.30
5) Virginia Fortes Águas 279.70
6) Isabelle Menezes 275.07
7) Isabelly Ávila 250.67
8) Giovana Dias 227.24

Ranking final do street masculino:

1) Kelvin Hoefler 359.37
2) Felipe Gustavo 350.63
3) Micky Papa 339.33
4) Mauro Iglesias 335.70
5) Luan Oliveira 322.33
6) Patrik Mazzuchini 320.93
7) Lucas Rabelo 303.00
8) Maxim Kruglov 212.43

Pedro Barros e Yndiara Asp são dominantes e levam o STU Open no Rio na modalidade park

Dominantes. Esse é um bom adjetivo para falar dos skatistas Pedro Barros e Yndiara Asp. Os dois deram show neste domingo na Praça do Ó, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, e conquistaram o título do STU Open, a etapa final do Circuito Brasileiro de Skate, na modalidade park. Pedrinho, que foi campeão mundial da World Skate recentemente em Nanquim na China e vice do Circuito Internacional, ficou com o ouro com a nota 87,67. Yndi, como é chamada, ganhou com 81,00.

Pedrinho Barros bateu Pedro Quintas, com 78,67, e Luiz Francisco, com 75,00. O campeão da temporada 2018 do Circuito Internacional, Alex Sorgente, dos Estados Unidos, ficou em oitavo lugar, com 73,00, fato ressaltado pelo brasileiro, que avaliou o nível do evento nacional como muito alto:

- Esse ano inteiro foi uma grande preparação, deixando tudo no jeito. O skate tem uma história de muitos anos, é um lifestyle (estilo de vida), e a Olimpíada é algo novo. Por isso, o preparo será muito grande. Vamos lá com uma missão e ver se conseguimos. A mensagem final é que o skate está acima de tudo. É algo que nos dá vida e abre novos horizontes, nos traz amigos que considero minha família. O lifestyle tem que sempre ser valorizado porque é uma forma de se expressar. A competição foi demais, mostra o nível do skate brasileiro. Pra você ver, o Alex não ficou no pódio e ele é campeão do mundo - relatou Pedro, que está na seleção brasileira de 2019 e é um dos atletas favoritos em busca da vaga olímpica em Tóquio 2020.

Ranking final do park feminino

1) Yndiara Asp 81.00
2) Isadora Pacheco 75.33
3) Dora Varella 68.67
4) Karen Jonz 66.92
5) Leticia Gonçalves 63.33
6) Camila Borges 61.01
7) Victoria Bassi 59.00
8) Deise dos Reis 56.00

Ranking final do park masculino

1) Pedro Barros 87.67
2) Pedro Quintas 78.67
3) Luiz Francisco 75.00
4) Augusto Akio 74.00
5) Matheus Mello 73.80
6) Hericles Fagundes 73.63
7) Pedro Carvalho 73.59
8) Alex Sorgente 73.00

Fotos: Pablo Vaz, Tauana Sofia, Julio Detefon
Texto: Por Gabriel Fricke, Kiko Menezes e Marcela Dantas e Globoesporte.com

Comment