No icon

A nova marca “MPB Clube” lança linha de camisetas com estampas exclusivas.

A nova marca de camisetas desenvolvida pela marca Voltz, lança estampas exclusivas para músicas brasileiras e volta holofotes para os autores.

Rita Lee, Vinicius Cantuária, Hyldon, Celso Blues Boy, Guilherme Arantes e Roger Moreira são os homenageados da primeira coleção.  No último dia 23 de Janeiro, foi o lançamento da nova camiseta “All Star”, clássico de Nando Reis.

Malhas com tratamentos especiais valorizam e revivem o prazer de ouvir música

Existem maneiras muito pessoais da música, literalmente, falar. Emoções, lembranças e desejos se misturam ao escutar uma canção, repetir uma letra, recitar um verso. A música brasileira tem o dom de despertar histórias e memórias com ditos originais e criativos que passeiam por todos os gêneros. E quem os escreve? Os compositores; matéria-prima genuína dessa infinita fábrica de emocionar e divertir.

Os autores, aqueles que nem sempre são lembrados ou sequer reconhecidos, são de fato os que constroem a força da música popular brasileira, e a faz percorrer os cantos do Brasil e ganhar o mundo. Quando trechos tão marcantes como “A gente não sabemos escolher presidente” são reconhecidos por gente de todas as idades... Bingo! A música ultrapassa suas fronteiras e seu autor ganha um reconhecimento sem preço.

É com este intuito de valorizar e impulsionar o autor que criamos a linha de camisetas MPB Clube. Desenvolvida pela marca Voltz, que já atua no segmento pop/rock, a primeira coleção da nova divisão traz seis diferentes camisetas com desenhos originais especialmente criados para letras de músicas escolhidas pelos próprios autores. Uma coleção de versos inesquecíveis da nossa música popular.

 Os versos selecionados por seus autores para esta primeira etapa vão de clássicos como “Filha, você é a ovelha negra da família” (de Rita Lee, Ovelha Negra) a frases imperativas como “Aumenta que isso aí é rock’n’roll” (de Celso Blues Boy) ou ainda “A gente não sabemos escolher presidente” (de Roger Moreira, Inútil); há também os temas românticos, como “Brilho da lua, noite é bem tarde; penso em você, fico com saudade”, de Vinicius Cantuária, em música eternizada na voz de Caetano Veloso (Lua e Estrela). A primeira safra da marca MPB Clube ainda se completa com o amado refrão “Na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê...” (de Hyldon, em Na rua, na chuva, na fazenda) e no coro aclamado por várias gerações “Pegar carona nessa cauda de cometa”, de Guilherme Arantes, em Lindo Balão Azul, sucesso originalmente gravado para o especial infantil “Pirlimpimpim” (1982). No último dia 23 de Janeiro, a marca lançou a camiseta em homenagem aos 55 anos do cantor e compositor Nando Reis: All Star, dos versos "Estranho é gostar tanto do seu All Star azul...".

A filosofia da MPB Clube é fortalecer a música brasileira e valorizar quem a faz. As peças são confeccionadas em malha 100% algodão, amaciadas, com acabamento estonado, proporcionando conforto e ótimo caimento para os amantes da música.

“A camiseta é o espelho da nossa personalidade. Quando damos de cara com uma letra de música escrita na camisa de alguém que cruzamos na rua, rapidamente aquela canção começa a tocar na nossa cabeça. É uma identificação imediata! As camisetas da MPB Clube são uma forma da música transitar por aí, mesmo sem estar tocando em lugar nenhum”, sugere Marcos Pompiano, idealizador da marca, ao lado do sócio Silvio Dias. Ex-Gerente Comercial com passagem por todas as gravadoras multinacionais, Marcos vem negociando com autores e dando nova vida às canções que pararam de tocar no rádio e nos shows, cujos compositores hoje dependem de pequenos repasses oriundos da música digital.

“Nossa proposta é reviver a música e valorizar seus criadores. Se um autor hoje for esperar ganhar dinheiro com serviço de streaming ou comercial de TV, vai cansar. O que faz toda a roda girar é a arte, e sua essência está na mente e no sentimento dessas pessoas que fazem”, diz Pompiano, que nesta primeira safra fechou exclusividade com a Warner Chappell, editora musical das obras citadas. “Temos uma lista enorme de músicas e frases importantes da MPB para ganharem corpo, um novo corpo, literalmente. Estamos apenas começando e queremos levar nosso ‘Clube’ para ser visto em muitas ruas e faixas de pedestres por aí”, sugere, de forma bem-humorada, Pompiano.

Comment