No icon

Por: Redação

Novo DVD de Matheus & Kauan “Tem Moda Pra Tudo” celebra as sete artes e o empoderamento feminino

Se a música já fazia parte do filme mesmo quando o cinema ainda era mudo, por que não fazer da canção um pretexto para celebrar todas as outras artes, inclusive a sétima arte? Quinto álbum da dupla goiana Matheus & Kauan, “Tem Moda Pra Tudo” chega às rádios, emissoras de TV e plataformas digitais a partir de 22 de março, com um planejamento para manifestar seus acordes em todos os campos culturais: o teatro, a dança, a poesia e o próprio cinema.

No dia 20/03, a dupla apresentou o DVD, exclusivamente para fãs e convidados, em seis salas de cinema do Brasil, nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Recife e Curitiba.

Nascidos em Itapuranga, no interior de Goiás, os irmãos estão na estrada desde 2010 e têm protagonizado hits relevantes no novo cenário sertanejo da música brasileira, inclusive pela presença de Matheus como um dos compositores de maior sucesso hoje em criações interpretadas por outras estrelas do gênero.

A ideia é incluir alguma moda de Matheus e Kauan em algum espetáculo teatral, em cartaz na cidade. Na Literatura de Cordel, os dois também farão inserção, destacando a força do Nordeste na trajetória da dupla.

Ainda tem poesia, mesclando rimas e versos com alguma canção de Matheus & Kauan. Na Dança, para suar a camisa e fazer coreografia em uma das canções. Na moda, a parceria quer se exibir para as revistas da área, desfile e conversas. E ainda haverá um bate papo com jornalistas, num canto deles, o Espeto , no Jardins. Nas mesas, um menu especial como pede a ocasião.

“Tem Moda Pra Tudo” conta com grandes participações de Jorge e Mateus e Gusttavo Lima, a começar por Marília Mendonça, figura emblemática em um repertório de 12 faixas que em boa parte celebra a mulher da nova era, pronta para fazer valer seus anseios e metas.

Da guarânia ao sertanejo da sofrência, as baladas confirmam a chance de a gente se divertir na dor e de chorar sorrindo, sem poupar emoções muito autênticas e até exageradas, quando vistas à distância.

Confira, a seguir, o que nos reserva cada uma das músicas, sempre tomando como referência o tom visceral desfilado pela interpretação cadenciada de Matheus e Kauan.

Foto: Cadu Fernandes/Divulgação

Comment